Como manter seu público virtual engajado


Com a recomendação do isolamento social, foi recomendado o cancelamento dos eventos presenciais e, assim como milhares de produtores e profissionais do mercado de eventos, nos vimos com um problema nas mãos.

A sorte é que para gente, a experiência presencial se pautava na resolução de problemas e na inovação. Por isso, nos comprometemos com nosso o público a experimentar o evento de forma online. A verdade é que, mesmo já existindo há muito tempo, neste momento de isolamento, os eventos online têm sido mais benéficos do que nunca para os organizadores por demandarem menos recursos e, consequentemente, menos custos, além de serem uma alternativa única para manter o contato com o público e continuar executando as suas produções.

Porém, já é hora de falarmos sobre o envolvimento do público virtual. Porque sim, há muito terreno desconhecido em torno dos eventos virtuais. Desde a escolha da plataforma até formas de reconstituir a experiência pessoal e presencial. E talvez a maior preocupação de todas esteja no fato de que é difícil envolver o público virtual.

Uma coisa é ter alguém fisicamente presente em um espaço e se desligar. Mas é uma história completamente diferente no online. Certamente, envolver participantes remotos é mais difícil do que envolver aqueles que estão fisicamente presentes. Mas está longe de ser impossível e, é factível.



Conhecendo seu público-alvo


Essa etapa é essencial não apenas para a divulgação de eventos, mas para todas as suas estratégias de marketing, pelo seguinte motivo: não adianta alcançar muitas pessoas se elas não são quem você procura. Se elas não estão no seu nicho de mercado e não têm potencial para se tornarem clientes da sua marca, você estará apenas desperdiçando recursos valiosos, como tempo e dinheiro.

Lembre-se: o público-alvo é o grupo de pessoas que têm potencial para se tornarem compradores dos seus produtos ou serviços, gerando lucro para a sua marca. Para descobrir quem é o seu público-alvo, você pode realizar pesquisas com sua equipe, parceiros e clientes para entender quais são as semelhanças entre essas pessoas, utilizando fatores comportamentais e demográficos. Os mais comuns são: idade, gênero, escolaridade, hobbies, profissões, hábitos de consumo e interesses pessoais variados.



Como encontrar seu público


Logo após fazer a pesquisa para descobrir seu público-alvo, você provavelmente já irá começar a ter algumas ideias que te direcionam às melhores estratégias de marketing para alcançar aquele público em específico.

É importante que com essas informações, você consiga definir:

  • Em quais redes sociais focar: Instagram, Twitter, Facebook etc.;

  • Qual tipo de linguagem utilizar ao se direcionar a ele;

  • Quais são seus concorrentes diretos (que têm o mesmo negócio que o seu) e os indiretos (negócios com o mesmo público-alvo, que disputam espaço nas redes com você).

Como seu evento será online, a localização não terá tanta relevância, e essa é uma das grandes vantagens dos eventos online: eles removem as barreiras geográficas, expandindo a influência da sua marca e as possibilidades do seu evento.



Alimente seu público


Todos sabemos que bombardear pessoas com dezenas de emails não é uma boa ideia. Mas ficar completamente quieto até o dia do seu evento também não ajudará muito no envolvimento do público virtual. A melhor coisa a fazer aqui é encontrar o ponto ideal para alimentar seu público.

Mantenha o hype vivo enviando informações relevantes sobre o evento, quem são os palestrantes? Quais recursos interessantes você oferecerá para que seu evento se destaque? Há alguma alteração que o participante deva estar ciente? Elabore um e-mail e uma estratégia de mídia social que se concentre em responder a todas essas perguntas.

Além disso, considere enviar crachás físicos, sacolas de brindes e convites pelo correio. Só porque o seu evento será remoto, não significa que você precise desistir completamente do toque humano! Pensa na forma mais simples e necessária.



O poder das tags: #Hype!


Definitivamente, é uma vantagem levar os participantes a se envolverem antes do evento. E na era das mídias sociais, promover esse tipo de conexão será um dos seus maiores pontos fortes. Por que não criar uma hashtag relevante para o seu evento virtual que o público possa seguir no Facebook, LinkedIn, Instagram e assim por diante? Seja criativo com isso!



Design de conteúdo importa mais do que nunca


Quando se trata de envolvimento do público virtual, a palavra-chave é atraente. Porque a cada passo do evento, há uma chance das pessoas desistirem. Portanto, é essencial elaborar estratégias atraentes que constantemente prendam a atenção dos participantes!

É por isso que você precisa ser proativo com o conteúdo que será apresentado. Lembre-se de que você não está mais atendendo a um público presente que estará presente no evento por horas a fio. Então, você deseja criar um conteúdo interessante e rápido fornecido por um palestrante carismático.



Prepare-se para tudo


Os ensaios não são reservados apenas para eventos presenciais! É muito importante que a qualidade do áudio e do vídeo seja perfeita. Já que a mensagem precisa ser transmitida com objetividade e sem ruídos, para que possa ser entregue na forma correta. Portanto, não espere o dia do seu evento para garantir que tudo isso seja resolvido. Trabalhe com a melhor equipe de produção e sua plataforma de escolha para obter tudo perfeito no grande dia!



Dê-lhes tempo para respirar


Aceite que seu público-alvo virtual não se comporte da mesma forma que seu público-alvo e planeje isso. Você não pode esperar que participantes remotos participem de uma conferência de três dias com sessões de seis horas por dia, devido aos muitos fatores que já discutimos.

Portanto, verifique se o cronograma que você preparou é seguido da maneira mais completa possível. Mantenha as sessões por no máximo 60 minutos e dê a todos tempo para levantar, alongar, tomar uma xícara de café e depois voltar (e lembre-se de dar um motivo para isso!).

Considere também que seus participantes podem apenas querer uma pausa nas sessões, mas não no evento como um todo. Pense na possibilidade de criar salas de bate-papo privadas ou espaços virtuais onde os participantes podem interagir apenas uns com os outros!



Não se esqueça de monitorar as mídias sociais


Especialmente se você elaborou uma estratégia complexa de mídia social, manter seus canais ativos durante o evento é uma ótima idéia. Além disso, é uma maneira totalmente nova de se envolver com o público durante os intervalos e anunciar a todos o que está acontecendo até agora, talvez eles sejam curiosos o suficiente para querer se juntar no meio do caminho.

Continue usando a hashtag e incentive seus participantes virtuais a compartilhar sua parte favorita do evento até o momento. Provavelmente, parte do seu público-alvo também deseja se engajar no Facebook e no Instagram, portanto, verifique as atualizações e valide as ações que você vê. Capturas de tela, destaques, as discussões mais interessantes que ocorrem nas salas de bate-papo… tudo isso representa uma incrível fonte de conteúdo para manter seus canais de mídia social vivos e seu público envolvido, entusiasmado e querendo mais!



Depois do evento


Você fez isso! Você realmente montou um evento virtual de sucesso que seu público adorou. As pessoas participaram, as salas de bate-papo estavam pegando fogo e a taxa de participação foi ótima. Mas isso significa que sua jornada para buscar o envolvimento do público virtual acabou? Não! Há algumas outras coisas que você deseja fazer que aumentarão a lealdade e a credibilidade da sua marca e manterão a moda dos seus eventos virtuais!



Pedir feedback


Seja este o seu primeiro ou centésimo evento virtual, é sempre necessário coletar feedback dos participantes. Você vai querer saber o que deu certo e errado da perspectiva deles. Eles acharam o conteúdo atraente? Eles gostaram do palestrante? Há mais alguma coisa que você poderia ter feito para melhorar a experiência geral? Tudo o que eles têm a dizer são informações valiosas que você pode usar para melhorar consistentemente a qualidade de seus eventos virtuais e, é claro, a participação. Portanto, peça feedback ao seu público assim que o evento terminar. E como nem todo mundo está muito interessado em responder a esses tipos de pesquisas, considere oferecer algum tipo de recompensa por isso. Vai valer a pena!



Reaproveite-o!


Mantenha vivo o espírito do seu evento e atraia mais pessoas para aproveitar a experiência, mesmo que não seja ao vivo. Não é incomum que muitas conferências virtuais e webinars sejam gravados e disponibilizados em outras plataformas. E, na maioria das vezes, esse conteúdo sempre acaba atraindo mais espectadores do que a experiência real ao vivo! Grave todos os melhores trechos do seu evento remoto e envie-os para o seu site e seus canais de mídia social. Dessa forma, se alguém perdeu o evento ou deseja voltar para conferir os destaques, ele está à sua disposição sempre que quiser.


Gostou do assunto de hoje? Abordaremos cada vez mais o online e seus caminhos, continue nos acompanhando, e se puder, #fiqueemcasacomaunique


15 visualizações0 comentário